Vale sabia do risco na barragem de Brumadinho, aponta MP Featured

© Reuters © Reuters

O rompimento da barragem matou 165 pessoas e deixou 160 desaparecidas

O Ministério Público de Minas Gerais avalia que a Vale sabia do risco de rompimento na barragem de Brumadinho e em outros oito depósitos de rejeitos desde outubro do ano passado. A informação consta em uma ação que corria em segredo de Justiça no TJ mineiro e foi revelada pelo colunista Lauro Jardim.

O rompimento da barragem matou 165 pessoas e deixou 160 desaparecidas.

Apesar dos avisos, o MP sustenta que a empresa classificou a estrutura de Brumadinho como de “baixo risco”.

Nesta última segunda-feira (11), a Agência Nacional de Mineração determinou que barragens do mesmo tipo passem a ser vistoriadas diariamente, e não mais a cada 15 dias. Há 88 barragens como a de Brumadinho no Brasil. Dessas, 41 estão em MG.

 

AOMINUTO

Rate this item
(1 Vote)
Última modificação em Terça, 12 Fevereiro 2019 13:40

Deixe um comentário em nosso mural

Certifique-se de inserir todas as informações necessárias, indicadas por um asterisco (*). Código HTML não é permitido.

Notícias Recentes

CURTA NOSSA PÁGINA

Imagens Notícias

ABC é Campeão do Primeiro Turno da Estadual do RN

GTO  do 8° BPM da 2° CIA prende dupla com pistola

Baile de carnaval e concurso de fantasia são atrações na Arena das Dunas no domingo

Senado aprova bloqueio de bens de investigados por terrorismo

Lei que obriga estacionamentos a cobrar 50% do valor do carro a motociclista começa a valer hoje

FT do 1°BPM prende dois por tráfico de drogas na Guarita

Polícia cumpre mandado de prisão contra suspeito de sequestro de mulher em Natal

Monitoramento da Guarda Municipal afasta grupo suspeito de desordem e atos obscenos no Parque da Cidade

CPRE prende ladrões em flagrante após assalto na zona sul de Natal